19 julho, 2011

Artista do Mês (Julho): Kaya

Postado por ~RenanElric~.

 

 
O Artista do Mês de Julho é o Kaya, ex-vocalista da banda Schwarz Stein que segue em carreira solo com sua mistura de darkwave, eletro, pop, dance, jazz, e que virá ao Brasil pela primeira vez no mês de julho durante mais uma edição do Yamato Music Station.

Nascido em Tokushima, província de Shikoku, Kaya sempre gostou muito de música, cantando em karaokês desde os 3 anos de idade. Aos 14 anos, o músico começou a estudar piano e escreveu suas primeiras canções ainda na escola.

Aos 18 anos, Kaya entrou para sua primeira banda, um grupo de visual kei da província de Ehime chamado Meties. Paralelamente, Kaya trabalhava na gravadora indie LAST CHILD. Nessa época, Kaya utilizava outro nome artístico: Hime.

Com o Meties, Kaya lançou apenas uma demo, chamada RECUR to MIND, além de ter participado de um omnibus (coletânea com várias bandas) chamado Nouvelle Vague 2. O grupo encerrou suas atividades em 1999.

Com o fim do Meties, o cantor se mudou para Tóquio, e lá formou uma nova banda: ISOLA. Paralelamente aos trabalhos com sua banda, Kaya gostava de frequentar clubes que tocavam músicas pop, dance, hardcore e techno. Durante suas visitas a esses clubes, Kaya foi a um show do VELVET EDEN, onde conheceu o tecladista Hora. Com gostos musicais parecidos, os dois decidiram deixar suas bandas e formar um novo projeto em que não utilizariam instrumentos acústicos, chamado Rudolf Steiner.

Após realizarem alguns shows com seu novo projeto, o Rudolf Steiner foi descoberto por Mana, ex-guitarrista da banda MALICE MIZER, que procurava por bandas para realizar alguns eventos ao vivo. Com isso, Mana ofereceu ao grupo um contrato na Midi:Nette, gravadora de sua propriedade, e se tornou o produtor musical da banda.



Depois da mudança de gravadora, o grupo decidiu adotar um novo nome, passando a se chamar Schwarz Stein, e o vocalista Hime, adotou o nome Kaya. A estreia da banda com esse novo nome aconteceu em julho de 2002 durante a festa Dis Inferno 1, organizada pela gravadora Midi:Nett. A data foi estratégica pois tratava-se do lançamento do primeiro single do grupo, chamado Perfect Garden (um relançamento da primeira demo lançada ainda com o nome anterior), e com o desfile da grife de Mana, chamada Moi-même-Moitié, que contou com a participação de Kaya e Hora. Além disso, o Schwarz Stein realizou o show de abertura do Moi dix Mois, o que contribuiu para que ganhassem ainda mais visibilidade.

Em junho de 2003, o grupo lançou seu primeiro álbum, chamado New Vogue Children, novamente produzido por Mana. O grupo já vinha alcançando grande popularidade, participando de programas de TV e capas de revistas de música, quando em novembro de 2003 lançaram o single Current, que atingiu a sexta posição do ranking indie da Oricon. No mês seguinte, o grupo participou da festa Dis Inferno II, novamente abrindo para o Moi dix Mois.



Em fevereiro de 2004, o grupo lançou seu segundo álbum, intitulado Artificial Hallucination, e novamente apareceu no ranking da Oricon, chegando à décima sexta posição do ranking indie. Apesar do crescente sucesso, o grupo decidiu encerrar suas atividades no mês seguinte devido a diferenças musicais. Apesar disso, eles se reuniram mais uma vez no dia 15 de dezembro de 2004 para um único show.

Após o fim do Schwerz Stein, Kaya permaneceu praticamente desaparecido da cena musical por dois anos, se apresentando apenas com bandas de sessão desconhecidas ocasionalmente.



O retorno de Kaya a cena musical aconteceu em 2006 com o lançamento do single another cell, em parceria com Hora, seu ex-companheiro de Schwerz Stein. Após isso, Kaya iniciou sua carreira solo, fazendo sua estreia no dia 23 de junho de 2006 com um show no Takadanobaba Area. Nesse mesmo dia, o cantor lançou seu primeiro single solo, chamado Kaleidoscope.

Em setembro, Kaya lançou mais um single, intitulado Masquerade. O primeiro álbum solo do cantor foi lançado em dezembro de 2006, chamado Glitter. Em sua carreira solo, Kaya teve como membros suportes o apoio de ex-membros do Velvet Eden, como KALM e até mesmo Hora, e criou sua própria gravadora, chamada Träumerei, por onde lançava seus projetos. Em abril, Kaya lançou seu terceiro single, chamado Ouka Ryouran, e em julho o mini-álbum Hyakki Yagyou.

Paralelamente a isso, Kaya colaborou com diversas bandas da gravadora Sherow Artist Society, fundada por KAMIJO (vocalista das bandas Lareine e Versailles). Em 2007, Kaya se juntou a KAMIJO e Juka (ex-vocalista do Moi dix Mois) para formar o Node of Scherzo, banda de rock teatral que lançou um único single de mesmo nome.

No mesmo dia em que o single Node of Scherzo foi lançado, Kaya lançava seu quarto single, chamado Carmilla, cuja letra da música foi composta por HIZAKI (guitarrista do Versailles), e contou com a co-produção da Sherow Artist Society. O disco foi um sucesso, atingindo a quinta posição do ranking indie da Oricon e rendendo a Kaya um contrato com a gravadora next music inc., uma divisão da Universal Music Japan.



Sua estreia como um artista major aconteceu em abril de 2008 com o lançamento do single Chocolat, e foi celebrado com um show intitulado Salon du Chocolat que posteriormente se tornaria um DVD. Em julho, foi lançada uma nova versão do álbum Glitter, contendo o melhor da fase indie de Kaya. O próximo lançamento do cantor veio no mês de dezembro com o single Last Snow, onde adicionou alguns elementos de jazz a sua música.

Em fevereiro de 2009, Kaya lançou o mini-álbum Bonjour Chanson! Volume 1, que contava com 5 covers de famosas chansons (canções com letras em francês), como forma de popularizar essas músicas e mostrar como podem ser belas.

Em abril de 2009, o cantor comemorou um ano como artista major com o show Rose Kingdom, onde cantou pela primeira vez a canção que deu nome à apresentação. A canção fez parte do single Ophelia, lançado em julho de 2009, que marcou o retorno de Kaya ao estilo neo-decadence em que iniciou a carreira solo. Nesse mesmo ano, Kaya ainda lançou um mini-álbum de remixes chamado Kaya Remix Vol. 1 “K”, que devido a grande procura foi relançado em dezembro do ano seguinte.



Os próximos lançamentos de Kaya só viriam no ano seguinte, com os singles Awilda, em julho e Madame Rosa no Shoukan, em dezembro. Nesse mesmo ano, Kaya ainda lançou um DVD chamado Barairo Daikokai Nisshi.

Em abril de 2011, Kaya lançou o álbum QUEEN, que contou com a colaboração de nomes famosos como Hora, KALM, Takumi (ex-Rentrer en Soi) e RIU (ex-metronome). No mesmo mês, Kaya e Hora também anunciaram um revival do Schwarz Stein, com um show no Takadanobaba Area no dia 31 de julho, além do lançamento de um novo álbum, chamado Recurrence of Hallucination, previsto para o mês de julho.



Este ano, Kaya foi tema de uma reportagem sobre música japonesa para a RedeTV, gravando uma mensagem para o público brasileiro. Após isso, inúmeros pedidos aconteceram para que o cantor viesse ao país, e esses pedidos foram atendidos pela Yamato Corporation através da Muteki Alliance, aliança formada pela Noix Comunicaciones, Yamato Music e Yamato Argentina.

Kaya se apresentará pela primeira vez na América Latina com shows no Brasil, Argentina, Chile, Peru e México. No Brasil, o cantor será a atração de mais uma edição do Yamato Music Station, que será realizado no dia 16 de julho durante o Anime Friends 2011, em São Paulo.

Espero que vocês tenham gostado. Até mais!

Um comentário:

  1. Olá! Adorei seu Blog! Estou seguindo *--*
    Depois dá uma olhadinha no meu! Está tendo um concurso de texto ( Ilusões na minha vida) Ainda tem tempo de participar!
    -Aceito parceria.
    Beijos ;*

    www.mj-ilusoes.blogspot.com

    ResponderExcluir